A nossa história

A nossa história está muito ligada à história da Itália, o país que nos viu nascer e crescer. As nossas raízes assentam num passado sólido e em valores que têm o mérito de ser sempre atuais: paixão e inovação. É por isso que nunca paramos de crescer. A nossa história, além de ser de uma empresa, é também a história de uma família: uma corrida por etapa com subidas exigentes e sprints emocionantes, mas acima de tudo com muitos e empolgantes sucessos e companheiros de equipa excecionais.

2013-Hoje

O uso da internet cresce globalmente pelo uso de smartphones.
O crescimento abrange todo o mundo e a palavra de ordem é “streaming” que, graças à velocidade da web, permite que aplicativos e sites transmitam um fluxo contínuo de música e filmes. O iPhone espera pela versão 8, o Facebook está perto do objetivo de 2 bilhões de utilizadores e em dezembro de 2017, os fãs de Star Wars poderão aproveitar o lançamento do oitavo episódio da série. Enquanto isso, os engenheiros trabalham nos desenvolvimentos da realidade virtual, enquanto a rede transborda também na economia monetária, com a introdução do bitcoin. E estamos apenas no começo.
No dia 31 de outubro de 2015, a Expo 2015 fecha, a Exposição Universal que trouxe mais de 21 milhões de visitantes para Milão atraídos pelo tema "Alimentar o planeta, Energia para a vida". Dentro do local da exposição, a Mapei forneceu produtos para criar 65 pavilhões, os nove clusters e obras complementares, como a grande laje na qual o evento foi construído.
Na temporada 2012-2013, a equipa de futebol Sassuolo, com a marca Mapei e treinada por Eusebio Di Francesco obteve uma promoção histórica na Série A. E com o 6º lugar na temporada 2015-16, alcançou pela primeira vez a qualificação para um lugar na competição europeia e confirmou nos próximos anos ser uma sólida realidade do futebol italiano. Mas ainda é a crise, com os seus longos períodos que parecem nunca acabar, dominar a atenção neste período de cinco anos. Neste período difícil, Giorgio Squinzi, administrador único da Mapei Spa, ocupa o cargo de Presidente da Confindustria, de 2012 a 25 de maio de 2016. A crise financeira de 2007 dos Estados Unidos e o atual Brexit realmente pressionam a unidade europeia. E enquanto a Europa em geral parece estar no caminho certo para sair dela, a Itália ainda hesita. Nas taxas atuais de crescimento, o PIB retornaria aos níveis de 2007 na primeira metade da próxima década. Apesar disso, nestes cinco anos, o Grupo Mapei cresceu em todas as áreas geográficas em que atua, com foco na internacionalização, inovação e diversificação em muitos sectores. E a eco-sustentabilidade na construção continua sendo o tema central no qual a Mapei tem sido protagonista por décadas.

O futuro começa hoje

Em 2017 a Mapei celebra o 80º aniversário .
80 anos de colaboração para a construção de novas obras e a recuperação e conservação de edifícios marcantes do patrimônio artístico e cultural  de todo o mundo.
Em todos estes anos a Mapei nunca mudou de rumo, expandindo constantemente a sua vasta gama de produtos e seguindo com determinação os três pilares fundamentais que sempre animam o seu desenvolvimento: especialização, internacionalização e compromisso constante na Investigação e Desenvolvimento.
A competitividade fortalece-se com as numerosas aberturas de novas fábricas em todo o mundo e a presença comercial em muitos outros países. Uma linha virtuosa na busca de crescimento que é confirmado pelos números.
o Grupo, em 2017, conta com 81 subsidiárias, 18 centros principais de investigação e desenvolvimento, incluindo 1 corporativo e 73 unidades de produção operando em 33 países, cada uma também equipada com um laboratório de controlo de qualidade. Números importantes que falam de um processo iniciado nos anos 70 e que nunca parou.
Estes são os números da Mapei em 2017. Um crescimento impetuoso caracterizado por histórias de grande sucesso em algumas áreas do mundo, como a América do Norte, a Grã-Bretanha, a Polônia, a Escandinávia e a vasta área da Ásia-Pacífico.

Um crescimento com objetivos precisos, em nome da sustentabilidade e focado na criação de produtos com níveis de desempenho cada vez mais altos.
O progresso da indústria da construção para um futuro sustentável está completamente ligado à inovação do sector químico.
O exemplo mais representativo nesta área - entre as dezenas de produtos inovadores criados nos últimos cinco anos - é RE-CON ZERØ, desenvolvido especificamente para superar o problema do betão reciclado e um excelente exemplo de economia circular.
Um compromisso com a proteção do meio ambiente e a saúde que se expressa, como vimos, em projetar e construir unidades de produção com materiais locais e eco- sustentáveis.
Transparente e eficaz para criar inovação e garantir um desempenho de excelência: estas são as ideias fundamentais da Mapei partilhadas por um Grupo formidável que está destinado a crescer nos próximos anos.
Com a consciência - para dar mais significado à comemoração em 2017 do 80º ano da fundação da Mapei - que "o futuro começa hoje".

Um crescimento global contínuo

Em 2013, a Mapei France abriu a sua terceira unidade de produção na região de Lyon, especificamente em Saint-Vulbas, no coração do parque industrial Plain de l'Ain. Assim, tornando-se assim a única subsidiária europeia a ter três locais de produção diferentes.

Também em 2013, foi inaugurada a segunda unidade de produção em Barcin. Este é o quarto polo de produção polaco do Grupo, que é adicionado ao da Gliwice by Mapei Polska, ao da subsidiária Sopro Polonia em Nowiny e da fábrica de cimento Górka Cement em Trzebinia.

Uma "ponte comercial" entre a Europa e a Ásia. Isso é exatamente o que foi criado graças à aquisição, novamente em 2013, da empresa turca Wallmerk Construction.

Em maio de 2014, a Mapei entrou no mercado de adjuvantes para betão dos Estados Unidos com a aquisição da General Resource Technology Inc. (GRT).

Uma escolha estratégica com o objetivo de alargar a sua quota de mercado para este tipo de produto a partir da base comercial existente no centro dos EUA para o leste e oeste e depois, no futuro, para o Canadá e o México.

Na Malásia - a terceira economia mais forte do sudeste asiático e o terceiro país mais rico da área em termos de PIB per-capita depois de Singapura e Brunei - o Grupo inaugurou uma nova unidade de produção em novembro de 2015 na cidade de Nilai, equipado com sistemas ultra modernos e espaço adequado para armazenamento e laboratórios de controlo de qualidade.

Mapei, ativa no mercado mexicano desde 2010, consolida a sua posição no país em 2016 através da aquisição de duas fábricas da sociedade Mexicana Texturizados de Zimapan SA de CV, Texzim. Mapei México agora tem capacidade de produção suficiente para acompanhar o dinâmico mercado local. As fábricas, localizadas em Zimapán e Cancún, estão estrategicamente posicionadas para fornecer eficientemente a maior parte do território mexicano.

A 4 de julho de 2016, a ZAO Mapei - subsidiária russa da Mapei Spa - concluiu a aquisição da fábrica de Kikerino, 80 km a sul de São Petersburgo, da empresa austríaca Baumit. Assim otimizando a cobertura territorial do Mapei nas vastas regiões russas do Noroeste.

Poucos dias antes, a 26 de junho de 2016, foi inaugurado o novo Canal do Panamá, que, do ponto de vista da engenharia, e não apenas, é o trabalho mais ambicioso já criado no mundo.

Mapei em todo o mundo

2013-Hoje

Nascem as nossas linhas de produto

Produtos para a indústria naval
logo-racconti

logo-white Os contos

18 contos ilustrados por Carlo Stanga sobre a Mapei e a sua gama de soluções para realizar grandes projetos em todo o mundo nos últimos 80 anos.

Mantenha-se em contacto

Subscreva a nossa newsletter para receber notícias da Mapei