EPD (DAP)

Uma Declaração Ambiental de Produto é um relatório completo, preparado de acordo com padrões internacionais (como ISO 14025, EN 15804 etc.), que documenta os efeitos que um produto tem no meio ambiente em todo o seu ciclo de vida, medindo esses efeitos de acordo com os métodos padronizados de LCA (Avaliação do Ciclo de Vida).
Uma análise do ciclo de vida de um produto, portanto, é uma avaliação do impacto ambiental do produto durante as diversas fases de sua vida: da extração das matérias-primas que compõem a fórmula a seu transporte até a fábrica, o ciclo de produção, a embalagem, os materiais residuais, o transporte do produto acabado ao distribuidor e sua eliminação final.
Considera-se que os produtos tenham vários efeitos no meio ambiente: do efeito mais conhecido do aquecimento global causado por gases do efeito estufa (Potencial de Aquecimento Global, também conhecido como Pegada de Carbono), até efeitos como a eutrofização (crescimento anômalo de organismos aquáticos, como algas, devido a uma diminuição da densidade da fauna aquática), a redução da espessura da camada de ozônio, a transformação de poluentes em substâncias ácidas (que causam chuvas ácidas), uma redução da quantidade de recursos naturais e muito mais.
epd
No setor da construção, os EPD’s (DAPs) ajudam arquitetos, engenheiros projetistas e outros compradores a entenderem melhor as características de sustentabilidade de um produto’ e seu impacto no meio ambiente. Órgãos de certificação e protocolos de construção, como LEED e BREEAM, implementaram critérios de sustentabilidade e impuseram requisitos específicos para construções com base no método LCA. Além disso, arquitetos e compradores públicos “verdes” (a Aquisição Pública Verde é obrigatória em vários países da UE, incluindo a Itália) exigem produtos em conformidade com os padrões internacionais de sustentabilidade.

EPD’s (DAPs) são a melhor forma de demonstrar e apresentar as características de desempenho ambiental de um produto. 

ciclo-di-vita

Há vários tipos de EPD’ (DAP): 
padrãomédia e modelo.

EPD (DAP) padrão
EPD’s (DAPs) individuais que cobrem um produto específico preparadas por um fabricante individual. Elas contêm informações específicas daquele produto em particular, sendo que a elaboração e a manutenção de cada documento são onerosas, pois precisam ser atualizadas e uma nova edição precisa ser publicada sempre que sua formulação e as matérias-primas forem modificadas.
EPD (DAP) média
Uma EPD (DAP) preparada e calculada para cobrir um grupo específico de produtos com funções similares. Ela pode incluir produtos de fabricantes diferentes e geralmente é publicada por Associações Comerciais para cobrir certas categorias de produtos. Ela contém o impacto médio no meio ambiente dos produtos e fabricantes que participaram da coleta e análise dos dados relativos.
EPD (DAP) modelo
Este tipo é estruturado de acordo com a composição química e cobre todos os produtos que entrarem em uma certa categoria de fórmula e aplicação. Como o impacto ambiental dentro de um prédio de um dos produtos supramencionados geralmente é muito baixo, uma diferenciação mais refinada dos produtos não daria aos arquitetos nenhuma informação mais significativa devido à enorme complexidade de um sistema de construção.

As EPD’s (DAPs) modelo foram desenvolvidas pela FEICA (Associação da Indústria Europeia de Adesivos e Selantes) e pela EFCA (Federação Europeia de Misturas de Concreto), adotando-se uma abordagem de “pior caso possível”.

EPD’s (DAPs) da FEICA e da EFCA são certificadas e publicadas pelo Operador de Programas Alemão IBU.

Permaneça em contato

Assine o nosso informativo para receber novidades da Mapei